vestido

A chave para decifrar o enigma do vestido está na forma como os olhos e o cérebro evoluíram para ver cores na luz solar.

Como os seres humanos evoluíram para ver a luz do dia, seus cérebros começaram a levar em conta o fato de que a luz muda de cor. Os objetos têm um certo tom vermelho rosado de madrugada, mais azul-branco ao meio-dia, e voltam a ser mais avermelhadas no pôr do sol.

O cérebro tenta descontar o efeito da luz do sol (ou outra fonte de luz) para chegar a uma cor “verdadeira”.Por isso, algumas pessoas veem azul no vestido mas seus cérebros ignoram isso, atribuindo a cor azulada à fonte de luz, em vez de ao próprio vestido. Elas veem branco e dourado.

Ou seja, tudo depende de como o nosso cérebro interpreta a fonte de luz que está iluminando o vestido da foto.

Os cérebros dos outros atribuem o azul que eles veem ao próprio vestido. Este fenômeno existe há milhares de anos, mas há algo especial nesta foto do vestido que tornou as diferenças na forma como vemos a cor mais clara do que nunca.

Concluindo, o vestido é de fato azul e preto.

 

  • Ambiente, Animais e Plantas
  • Cérebro, Biologia e Saúde
  • Computadores e Tecnologia
  • Física e Espaço
  • Você Sabia?