chimpa

Pesquisadores observaram chimpanzés na natureza e determinaram que os primatas se comunicam, ao menos, sobre duas coisas: suas frutas prediletas e árvores onde essas frutas poderiam ser encontradas.

A informação de maior interesse é sobre o tamanho das árvores que sustentam esses frutos. E os chimpanzés espalham essas informações aos gritos, segundo um novo estudo publicado no periódico “Comportamento Animal” – Animal Behaviour..

O estudo é  o primeiro a encontrar evidências de que informações sobre o tamanho de árvores e quantidade de frutas disponíveis estão presentes nas comunicações feitas entre chimpanzés, além de informações sobre a qualidade da comida.

“O quanto essa comunicação se assemelha a linguagem humana é ainda um ponto de debate”, diz Ammie Kalan, líder do projeto da Max Planck Institute for Evolutionary Anthropology. “Chimpanzés definitivamente possuem um sistema de comunicação muito complexo e que não só inclui uma variedade de vocalizações, mas também expressões faciais e gestos”, completa a pesquisadora.

Os pesquisadores descobriram que os sons emitidos tinham um tom mais elevado quando os chimpanzés encontravam uma fruta chamada Nauclea. Árvores pequenas rendiam ainda comunicações em tom elevado, enquanto árvores maiores com mais frutos geravam sons em um tom menor.

  • Ambiente, Animais e Plantas
  • Cérebro, Biologia e Saúde
  • Computadores e Tecnologia
  • Física e Espaço
  • Você Sabia?